Olá, eu sou a Raquel Matos e sou uma Amante da Vida!

Sou apaixonada pelo acompanhamento do outro, pelo o seu processo de autoconhecimento e despertar a consciência.
Acredito que o propósito da vida, é a vida em si mesma, e que a nossa missão é a auto-realização, Ser quem nascemos para Ser.
Para mim é um verdadeiro privilégio poder ser testemunha do desvendar do Mistério que cada um de nós é na Essência, o recuperar do sagrado e do amor pela vida.

Aquilo que mais desejo é, no final da minha vida, ser uma velhinha com brilho nos olhos e amor no coração.

A minha História

Nasci numa ilha muito verde, em São Miguel, nos Açores, e talvez seja por isso que estar no meio da natureza seja muito importante para mim e para o meu bem-estar.

Dizem que em pequena era uma criança muito calma e meiga, e desde que me lembro de ser gente, sonhava em ser mãe.

Sempre soube que somos tecedores dos nossos destinos. O mistério da vida e os mundos transpessoais sempre me suscitaram muita curiosidade e desde cedo comecei a questionar o sentido e o propósito da vida.

Aos 15 anos tornei-me vegetariana e fui à minha primeira aula de yoga e meditação, e logo aí entendi o impacto destas práticas no meu bem-estar psicológico e emocional.
Ainda em adolescente descobri um profundo gosto pela psicologia.
Enquanto terminava o mestrado em psicologia clínica, formei-me como instrutora de yoga, e foi assim, que após algumas experiências enquanto psicóloga clínica que me deixaram insatisfeita, o bicho do yoga falou mais alto.

Quando dei por mim, tinha o meu próprio estúdio de yoga no centro de Coimbra, onde ensinei o método de Ashtanga Yoga por quase 10 anos. Estudei com diversos professores e fiz várias viagens à Índia com o propósito de aprofundar a minha prática, bem como recebi na minha escola centenas de alunos e alguns professores convidados.
Rapidamente vi-me com a família que sempre sonhei, o lar e o reconhecimento profissional que sempre desejei…

Mas mesmo tendo tudo além do que eu tinha um dia imaginado, sentia-me vazia, insatisfeita e perdida.
Sentia-me sozinha mesmo quando estava rodeada de pessoas que me amavam.
Apercebi-me que tinha tudo aquilo que tinha imaginado que me traria a alegria, a felicidade e a conexão que o meu coração desejava, mas não estava a resultar.

Comecei a explorar outros caminhos, tais como o sagrado feminino, o xamanismo, o coaching, etc. Todos eles contribuíram para o meu bem-estar e despertar da consciência, mas mesmo assim sentia que faltava algo…

Até que finalmente descobri o Transpessoal, a área da Psicologia que integra a espiritualidade e o despertar da consciência.

Uma combinação única entre Ocidente e Oriente, ciência e espiritualidade. Uma combinação entre a minha formação como psicóloga clínica e a minha profunda conexão com a espiritualidade, e a sabedoria antiga do yoga, da meditação e do xamanismo.

Quando descobri o Transpessoal, regressei a casa, ao lugar de Acompanhante da Alma.

Para mim, o transpessoal é o desvendar do mistério e do sagrado que somos, e que é a vida. No Transpessoal reencontrei-me como pessoa, como mulher e como profissional.

Hoje sou Psicoterapeuta Transpessoal, facilitadora de Cura Emocional e Despertar da Consciência.

Foi através das práticas da psicoterapia transpessoal que recuperei o meu poder pessoal, que problemas de saúde que me andavam a incomodar há alguns anos desapareceram, que as minhas relações tonaram-se mais saudáveis, conscientes e maduras.
E talvez o mais importante de tudo, que comecei verdadeiramente a curar traumas antigos, a alinhar-me com o meu Eu Autêntico e a viver diariamente o meu propósito.

Rapidamente comecei a acompanhar clientes individualmente e em casal, a facilitar cursos e retiros, e também eles começaram a observar transformações positivas nas suas vidas.
Actualmente já somos uma comunidade, um movimento, de pessoas que tal como tu, querem mais conexão, liberdade, amor e magia nas suas vidas.

Então? Juntas-te a nós?
Se fores como eu, não páras de buscar, até te (re)encontrares!

Para mim, a grande mestria da vida, é a transformação da dor em amor e sabedoria, e não há maior realização do que aquela de sermos quem nascemos para ser.
A vida quer te cumpras, que sejas autêntica/o, este é para mim o grande propósito da nossa existência aqui e agora.
Muito obrigada por estares aí desse lado a ler-me. Se eu tiver, um dia, o privilégio de te conhecer e trabalhar contigo, a minha promessa é servir-te a ti e à vida, ao melhor das minhas capacidades.

Com amor e gratidão,
Raquel

Ama a tua vida!