5 Pilares Para Uma Vida Autêntica

Na tua essência tu és amor e liberdade, e no fundo é isso que todos desejamos profundamente para as nossas vidas.

Quando uma criança nasce, ela é autêntica, e expressa-se tal como é sem medo de ser castrada, julgada ou criticada. Mas com o tempo, e devido ao processo de socialização, todos começamos a criar máscaras, barreiras  e proteções psicológicas, que nos afastam do nosso Ser Autêntico.

Viver uma vida inautêntica traduz-se por te sentires desconectada de ti mesma, por sentires que não és merecedora de ser feliz, que não és suficiente, por te sentires sozinha e perdida, mesmo quando aparentemente tens tudo o que precisas para ser feliz.

Mas como Despertar o teu Ser Autêntico?

Hoje partilho contigo 5 pilares fundamentais para que comeces a viver uma vida mais autêntica.

1 – Sente

O primeiro passo para começares a viver uma vida autêntica é começares a aprender a sentir e a estar com todas as tuas emoções. Muitas pessoas reprimem aquelas que consideram ser as emoções negativas, tais como a zanga, a tristeza ou a vergonha. Muitas vêm-se como “meninas boas” ou “meninos bons” que se esforçam desalmadamente para ser bem comportados e para “encaixar” ou “agradar” em prol do amor e da aceitação.

O problema com as emoções é que nós não conseguimos escolher qual delas reprimir…então quando reprimimos algumas emoções tais como a zanga ou a tristeza, na verdade estamos a reprimir todas as emoções, e com elas a possibilidade de sentir verdadeiro êxtase e alegria de viver.

Quando reprimimos as emoções, reprimimos a vida!

2 – Desenvolve Pensamento Crítico

Aprender a ver a realidade como ela é fundamental para começar a viver uma vida mais autêntica, pois autenticidade e verdade andam de mãos juntas, e a nossa mente tem por hábito mentir-nos muitas vezes.

Questionar os teus pensamentos, e os dos outros, é muito importante. A partir do momento em que começas a questionar verdadeiramente os teus pensamentos, percebes como 90‰ deles não corresponde à realidade, e na verdade eles são apenas reflexos de condicionamentos sociais e culturais, ou resultados de experiências vividas no passado, mas que nada têm a ver com o momento presente.

Um dos grande sabotadores da autenticidade é o pensamento “o que os outros pensam ou vão pensar sobre mim?”. Quando desenvolves pensamento crítico, apercebes-te que na realidade, o que os outros pensam ou acham sobre ti, não diz nada a teu respeito, diz mais sobre eles do que sobre ti, e isso vai tirar-te um peso gigante das costas.

3 – Autoconhecimento

Saberes quem és, o que sentes, o que funciona para ti, o que não funciona para ti, quais os teus limites, quais as tuas necessidades, é a base para a tua vida autêntica. Saberes o que te abre o coração e o que te fecha o coração é fundamental para seres autêntica.

A vida vai trazer-te situações e desafios que vão requerer o melhor ti. Situações que têm como propósito fazer-te crescer e evoluir. Por norma essas situações trazem dores de crescimento associadas. Conheceres-te e saberes o que te ajuda a voltar a reconectar com a frequência do amor é clarividência e maturidade emocional.

Muitas vezes esse movimento pode ser levantar a mão e pedir ajuda. A terapia é uma grande ajuda nesses casos e no processo de autoconhecimento, e um acto de profunda coragem e maturidade.

4 – Trabalha o Amor Próprio

Todos nós desejamos no mais profundo do nosso Ser ser expressão de amor e liberdade, pois isso é o que nós somos na nossa essência. Olha para uma criança pequena, ela é expressão livre de amor. Ela não se julga, nem julga os outros. Ela simplesmente é.

Mas no processo de socialização, a maior parte das pessoas sofre traumas emocionais que as faz distanciar da fonte do amor, e por consequência as faz criar barreiras, proteções, máscaras para que se sintam aceites e reconhecidas.

Todos nós desejamos ser vistos, reconhecidos, amados e aceites por quem somos no nosso íntimo. Mas infelizmente muitos de nós desde tenra idade não se sente assim, e isso cria uma profunda carência, ferida, e crenças de que não possível sermos amados por quem somos.

Ao longo da vida muitas pessoas procuram adaptar-se ao meio ambiente, às expectativas dos outros, tentam encaixar-se na esperança de ser finalmente amados e aceites. Mas infelizmente esse amor nunca chega, pois as expectativas dos outros a eles pertencem, e o amor que tu desejas, é o teu próprio. Quando te amas verdadeiramente e à tua história, o exterior começa a espelhar essa realidade.

Amar-te verdadeiramente requer coragem para seres autentica. Uma não vive sem a outra.

5 – Procura o Prazer

Ter prazer, relaxar, brincar, são parte essencial da nossa vida e os estudos mostram e comprovam a importância de rir, dançar, cantar e brincar para a nossa saúde física, psicológica e emocional.

A maior parte dos adultos têm a crença de que ser adulto é ser responsável, é ser sério, é representar um determinado papel com determinadas regras e exigências, é não ser vulnerável nem frágil, que produtividade e diversão não são compatíveis e que exaustão é um status aceitável.

Não! Não é, está tudo errado e isto pertence a um pensamento patriarcal e extremamente tóxico. Vivemos numa sociedade que reprimiu o feminino em todos nós e isso tem-se traduzido, entre muitas outras coisas, em burn outs, depressões e outras perturbações mentais e psicológicas.

Trabalhar o prazer, a receptividade, o relaxamento, a Alma, é trabalhar o feminino, e todos sem excepção temos energia feminina dentro de nós que deve ser expressa, pois a expressão do feminino é a transmissão do amor. Se queres saber como resgatar o feminino aconselho que assistas a minha Masterclass sobre o Feminitude Consciente e os Arquétipos Femininos.

Faz parte de uma vida autêntica saber relaxar, fazer palhaçadas, colocar-se vulnerável e sair da máscara.

 

Quando vives uma vida autêntica sentes-te feliz, e isso não quer dizer que não tens dias difíceis ou desafios na tua vida, muito pelo contrário, isso quer dizer que vês e lidas com esses desafios através de um lugar de amor e sabedoria.

Viver de forma autêntica é viver com gratidão pela vida, a partir de um lugar de amor, compaixão e poder pessoal, pois viver uma vida autêntica implica coragem para se Ser quem nasceu para Ser e abdicar das expectativas que os outros têm sobre nós.

Se queres aprofundar este trabalho sabe mais sobre o Retiro Despertar do Ser, onde irás mergulhar nas profundezas de ti mesma/o e resgatar o teu Ser Autêntico.

Add Your Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Marca a tua primeira consulta!

Inicia a tua viagem de transformação.