8 Dicas Para Lidares com a Ansiedade

Faz já alguns anos que deixei de ver televisão e especialmente noticiários. Sou bastante disciplinada em relação àquilo que consumo e com que nutro o meu corpo, mente e espírito. 

Essa disciplina vai desde a minha alimentação, o ambiente onde vivo, as minhas relações interpessoais e obviamente, aquilo que consumo visualmente em forma de conteúdo, seja pela televisão, internet ou redes sociais.

Há muito tempo me apercebi que ver noticiários me causava stress, ansiedade e irritabilidade. Então por escolha própria decidi deixar de o fazer. Ia-me mantendo a par das novidades através de outros meios, e de uma forma controlada por mim. 

Nos últimos 3 dias, e devido ao que está a acontecer actualmente no nosso país e no mundo, foi inevitável não voltar a ligar a Tv e ver os noticiários. Há medida que a ficha me ia caindo e eu me fui começando a sentir verdadeiramente preocupada, a necessidade de me alimentar mais sobre o assunto foi aumentando.  Não só aumentou a necessidade de falar com os meus acerca do assunto, como dei por mim a ver os canais de notícias.

Quando dei por mim, o meu corpo e a minha mente estavam agitados, sentia dificuldade em concentrar-me nas tarefas e em ir dormir à noite.

Foi aí que percebi que já estava a sair das minhas rotinas e práticas diárias que me ajudam a estar centrada e focada naquilo que realmente importa para mim – viver em paz e tranquilidade. 

O Medo

O medo é uma emoção básica, com a qual todos nascemos, e que tem uma função importantíssima – que é protegermo-nos. Sem medo colocamo-nos em risco, com excesso de medo paralisamos, entramos em pânico ou ficamos doentes

Para mim a medida certa é o equilíbrio. Esta para mim é uma máxima de vida!

Estarmos informados sobre o que realmente se passa é muito importante. E entrar em negação, resistência ou bypass espiritual, que nada mais é do que negação da realidade, para mim não funciona porque é estar no extremo oposto ao estado de pânico, e por isso, não em equilíbrio na minha perspectiva.

Estarmos correctamente informados é importante para que possamos tomar as melhores decisões, e aqui entra a importância de discernirmos aonde vamos buscar informação. 

Assim que a ficha me caiu sobre o que se estava a passar no país e pensei “ok, isto é a sério”, delineei um plano. Em conjunto com o pai do meu filho decidimos que a criança não ia mais para a creche, até estarmos mais claros sobre o que se estava a passar, e que iríamos entrar em quarentena voluntária, restringindo assim ao máximo o contacto social. 

Após ter o plano delineado poderia relaxar e voltar à minha vida normal, e ao trabalho. 

Mas não, não foi isso que aconteceu, e aqui é que está o problema e a nossa dificuldade em lidar com o stress e a ansiedade. 

O medo e a ansiedade estão relacionados com o futuro. Eles aparecem porque temos medo do desconhecido ou das fantasias e imagens negativas que criamos sobre o futuro com a nossa mente. É por isso que delinear um plano e uma estratégia são um antídoto para lidar com o medo

O  problema é quando mesmo depois de termos uma estratégia e uma plano delineados, continuamos a alimentar essa história na nossa mente. Que é o que fazemos ao estarmos continuamente a falar e a ver notícias sobre o assunto.

Não me interpretes mal, eu acho muito importante falarmos sobre este assunto do coronavírus, alertar as pessoas, passar a mensagem, e falar sobre aquilo que nos preocupa, porque isso nos ajuda a processar e a gerir tudo o que estamos a sentir, bem como nos mantem informados.

Mas lembra-te do equilíbrio como medida certa 😉 

É porque não trabalhamos a nossa mente, as nossas emoções e o nosso corpo, que depois de termos o plano e estratégias delineadas, continuamos a alimentar o medo e começamos a sentir-nos verdadeiramente ansiosos. 

É por isso que hoje venho partilhar contigo as minhas 8 dicas preferidas no que toca a lidar com o stress e a ansiedade, e com isso encontrar paz mental e emocional diariamente. 

Antes de avançar quero deixar apenas uma nota: estas práticas servem para te dar suporte para que desenvolvas uma vida emocional e mentalmente equilibrada e tranquila, mas de todo não substituem a terapia. Para pessoas que sofrem de estados ansiosos mais graves, é fundamental que procurem ajuda especializada. Pois muitas vezes a nossa capacidade para gerir e lidar com o stress fica afectada devido a outras questões mais profundas e que devem ser trabalhadas num contexto terapêutico. Podes saber mais sobre terapia individual aqui

De seguida partilho então as minhas 8 dicas para suportar o teu bem-estar emocional e psicológico diariamente, e em especial, em alturas de maior stress.

1 – Exercício Físico

Este não é novo para ninguém, mas nunca é demais relembrar que o teu corpo foi feito para se mexer, e que a prática de exercício físico produz endorfinas. 

A presença de endorfinas no teu organismo estimula o bem-estar, o estado de humor, a auto-estima e reduz os sintomas da ansiedade e depressão. 

As minhas práticas físicas de eleição são o yoga, a dança e o jogging. 

Que prática física podes fazer agora nesta fase de maior recolhimento? Algumas sugestões são ir dar uma corrida ao ar livre ou fazer uma aula de yoga ou tai chi pela internet. 

Lembra-te que agora é altura de evitar contacto com outras pessoas 😉

 

2 – Journaling

Escrever no meu diário da alma é algo que me ajuda muito a lidar com a ansiedade e o stress. Os 3 tópicos a que dou mais atenção são:

  1. Escrever sem filtros sobre aquilo que sinto,
  2. Fazer uma lista diária das 10 coisas pelas quais agradeço.
  3. Escrever sobre a minha visão, e assim manter o foco naquilo que acredito e quero manifestar na minha vida.

3 – Respiração

Respirar bem é fundamental para se viver bem. Mentes agitadas e estados emocionais agitados correspondem a respirações rápidas e superficiais. Parar para respirar fundo é fundamental para lidar com o stress.

Partilho aqui contigo este exercício rápido e simples para induzir o estado de calma:

  • Inspira profundamente, retém o ar com o pulmão cheio o tempo que for confortável, e depois expira lentamente. Repete o exercício até que a tua respiração se torne naturalmente mais calma.

4 – Meditação

Se acompanhas o meu trabalho, por esta altura já deves saber que a meditação é uma prática de eleição para mim, e que diariamente me ajuda a viver com paz e tranquilidade. Por isso deixo aqui um exercício simples e que podes praticar a qualquer momento do teu dia. 

Aconselho a fazeres o exercício de respiração antes da meditação 😉

  • Senta-te confortavelmente, com as costas direitas e fecha os teus olhos.
  • Respira profundamente. 
  • Com uma atitude relaxada leva a tua atenção para a tua respiração e observa o ar a entrar e a sair dos pulmões. 
  • Observa os pensamentos que surgem no campo da tua mente e deixa-os ir como se fossem nuvens. 
  • Sempre que a tua mente se agarrar a um pensamento relaxa e volta a trazer a tua atenção para a respiração.

 

5 – Floral de Bach Rescue Remedy

Os florais de Bach são 37 preparados feitos à base de essências de flores ou plantas. O Rescue Remedy é uma combinação de 5 florais, e está desenhado para nos ajudar nos momentos de maior dificuldade emocional e psicológica. 

Este floral já me acompanha há algum tempo e sempre que estou em alturas mais stressantes e desafiantes tomo. Não tem qualquer tipo de contra indicação e recomendo vivamente! 

 

6 – Chá de Valeriana

A valeriana officinalis é uma planta com propriedade medicinais ansiolíticas, que ajuda na diminuição da ansiedade e irritabilidade, contribuindo para um maior estado de relaxamento e indução de sono.

Podes tomar valeriana de várias maneiras. Eu consumo em forma de chá, e tomo normalmente ao final do dia quando me sinto mais agitada. Isto ajuda-me a relaxar e a dormir melhor.

 

7 – Óleo essencial de Lavanda

Tenho uma relação muito especial com o olfato, e há certos cheiros que me levam diretamente para outras dimensões. Penso que é por isto que a aromaterapia é fundamental para mim, faz parte da minha vida diária e me apoia no meu estilo de vida.

O óleo essencial de Lavanda é dos que mais uso em minha casa, pois a lavanda tem propriedades calmantes. Podes usa-lo num difusor, colocar umas gotas na tua almofada antes de dormires, colocar umas gotas na palma da mão, espalhar e inalar o cheiro, ou até colocar umas gotas no banho. Faço-o constantemente no banho do meu filho 😉

 

8 – Música

A minha última dica é a música. A música para mim é uma aliada maravilhosa no que toca a manter o meu estado de ânimo relaxado e positivo. A música tem esse condão maravilhoso de mover coisas dentro de nós. 

Deixo aqui uma das minhas playlist preferidas.

 

Bom…esta lista poderia continuar, pois viver num estado de paz e tranquilidade é um estilo de vida, onde comer bem e saudável, dormir e descansar, e ter hobbies são também fundamentais. A minha visão é holística e devemos trabalhar as diferentes áreas da nossa vida. 

Para finalizar, o humor, rir e a verdadeira intimidade e conexão interpessoal são verdadeiros antídotos à ansiedade! 

Bem sei que agora temos de restringir o contacto social, mas este pode ser um momento onde podemos aprofundar as nossas relações à verdadeira intimidade, escuta, presença e cuidado com o outro. 

Resguarda-te, cuida de ti e dos outros <3

E tu quais sãos as tuas ferramentas para lidar com a ansiedade?

Add Your Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Marca a tua primeira consulta!

Inicia a tua viagem de transformação.